Oi gente, tudo bem?
Hoje quero contar um pouco (tem spoiler), sobre o filme Sementes Podres que está no Netflix.
Esse filme é muito legal, leve, tem uma história linda e o melhor: toda a família pode assistir sem nenhum problema.

 

O filme conta a história do personagem Wael, vivido pelo ator iraniano Keiron (ele atua, dirige e assinou o roteiro do filme Sementes Podres), que mora com a sua amiga Monique, vivida pela atriz Catherine Deneuve. Os dois são acostumados a aplicar golpes no estacionamento de um supermercado. Sendo que um golpe acaba dando errado e esse foi feito justamente em cima de um senhor que era amigo da Monique.
Esse senhor tem uma disposição muito grande para correr e vai atrás de Wael até pegá-lo.
Para não ser preso, esse senhor chamado Victor, vivido pelo ator Adré Dussollier faz uma proposta para Wael.


Victor, comanda um centro de ação beneficente que tenta recuperar crianças e adolescentes reprovados na escola e Wael terá que substituir o orientador no primeiro dia de trabalho com esses adolescentes. Somente o primeiro dia é obrigatório, depois os adolescentes não precisam voltar mais.

Wael aceita o desafio, já que não tem outra opção melhor e Monique se oferece para ser a secretária de Victor com a intenção de, sutilmente, ir dispensando todos os interessados no cargo e, assim, Wael teria que ser o orientador oficial.
Para fazer os adolescentes irem todos os dias até aparecer o orientador oficial, Wael paga 10 Euros por dia para cada um e assim ninguém falta. Como todos passam a frequentar essa “recuperação”, Victor se surpreende e faz uma reunião com os adolescentes. Eles fazem elogios e dizem que estão gostando muito do Wael.

O amizade de Wael e Monique é linda, pois ela sempre acredita que ele vai se sair bem em tudo que se propõe a fazer, inclusive em cuidar e ajudar esses seis adolescentes, fazendo com que Victor também acredite no seu potencial.

Wael tem muitos desafios com esses adolescentes, pois seus dramas envolvem também dificuldade de aprendizado, tráfico de drogas e pedofilia.

Wael consegue ganhar a confiança dos seis adolescentes, entrega o traficante que chantageava um dos adolescentes à polícia; consegue fazer com que a adolescente abusada na infância pelo padrasto conte para sua mãe o que aconteceu e esta acredita na filha. Esses são, na minha visão, os piores casos do filme.

O filme acaba com todos felizes, nos ensinando o valor da amizade, mostrando também que a diferença de idade não influencia em nada.
Além de outras coisas, me mostrou que realmente as pessoas podem mudar para melhor e que aquelas pessoas consideradas como sementes podres para a sociedade podem dar bons frutos na vida.

 

Eu amei esse filme e para mim é um daqueles que dá saudade.

Espero que vocês gostem e me contem a sua opinião.

Beijos e até o próximo filme.

Mari Sales

Compartilhe: